domingo, 23 de novembro de 2008

Cantos para o Advento


Nossa Senhora do Ó
Sugestões de cantos para o Advento - Novena de Natal

Mantras e Refrões meditativos
1) Nossos olhos ganharão nova luz,
Com a tua presença, Jesus

2) Jesus, de todos Salvador,
Tua luz revela o esplendor do Pai
Nós te cantamos bendizendo o teu amor

3) Mesmo as trevas, não são trevas
Para ti a noite é luminosa como um dia.

4) Shemá, Israel, Adonai Elohenu Adonai ehad
Escuta, Israel, Adonai é nosso Deus um é o Senhor

5) Senhor, nós te esperamos
Senhor, não tardes mais
Senhor, nós te esperamos
Vem logo, vem nos salvar!

6)Ó luz do Senhor que vem sobre a terra
Inunda meu ser, permanece em nós

7) Quem cochila, desperte
O que dorme, levante
Preparemos a estrada do Senhor caminhante.

8) Mudarei o sertão em açude
Terra seca em olho d’água
Assim falou o Senhor das andanças
Pra dar a seu povo a esperança

9) Vai mudar a secura
Do chão duro brotará água pura (bis)

10) Do tronco da vida, mesmo ferida,
Nasce uma flor rindo da dor
Ó, ó, ó

11) Jesus, de todos Salvador, tua luz revela o esplendor do Pai
Nós te cantamos bendizendo o teu amor

Hinos
1) Ó vem Emanuel
1. Ó vem, ó vem Emanuel,
És esperança de Israel
Promessa de libertação,
Vem nos trazer a Salvação
Dai glória a Deus, louvai povo fiel,
Virá em breve o Emanuel!
2. Ó vem aqui nos animar
As nossas vidas despertar
Dispersas as sombras do temor
Vem pra teu povo, ó Salvador!
3. Ó vem, rebento de Jessé
E aos filhos teus renova a fé
Que possa o mal dominar
E sobre a morte triunfar
4. Vem esperança das nações
Habita em nossos corações
Toda discórdia se desfaz
Tu és Senhor, o rei da Paz

2) Sentinela (hinário luterano)
1. Sentinela, vai-se a noite, que sinais me tens a dar?
Que me dizes das promessas do divino amor sem par?
Caminheiro! Não percebes sobre o monte a cintilar
Nova estrela portadora de mensagem singular?
2. Sentinela, tais fulgores podem bênçãos predizer?
Sim, o brilho desta estrela novos tempos vem trazer;
Novos dias, novas eras, tudo novo nos vai ser,
Para todos neste mundo, quando o brilho seu vencer.
3. Sentinela, eis nasce o dia; foge a noite, tudo é luz;
Vai-se a treva, cessa o medo, já nos falam de Jesus!
Sentinela vai-te embora grande graça nos conduz
Pois na terra já dominam doce amor e paz a luz.

3) Ouve-se na terra um grito
Ouve-se na terra um grito,
Do povo um grande clamor:
"Senhor abre os céus,
Que as nuvens chovam o Salvador!"
1.É um só canto de amor e esperança,
Que a terra mãe, germinando, contém:
A ti, Senhor, nós clamamos:
Vem, Senhor Jesus, vem!
2.Mesmo se as guerras destroem a terra
Pondo em perigo a paz e o bem,
Que a nossa voz não se canse:
Vem, Senhor Jesus, vem!
3.Vem reunir hoje as tuas Igrejas,
A tua prece rezamos, também,
O nosso amor sempre espere:
Vem, Senhor Jesus, vem!

4) Oh! Vem, Senhor
Ó! Vem, Senhor, não tardes mais,
Vem saciar nossa sede de paz!
1. Ó! Vem, como chega a brisa do vento
Trazendo aos pobres justiça e bom tempo!
2. Ó! Vem, como chega a chuva no chão
Trazendo fartura de vida e de pão!
3. Ó! Vem, como chega a luz que faltou
Só tua Palavra nos salva, Senhor!
4. Ó! Vem, como chega a carta querida
Bendito carteiro do Reino da vida!
5. Ó! Vem, como chega o Filho esperado
Caminha conosco, Jesus bem-amado!
6. Ó! Vem, como chega o Libertador
Das mãos do inimigo, nos salva, Senhor!

5) Lá vem, lá vem
1. O sertão seco pela chuva suspirava
Os oprimidos gemem o peito em oração
Vem, ó Senhor, nos libertar, não tardes mais
Junta esse povo e realiza a promissão
Lá vem, lá vem, já se aproxima a redenção (bis)
2. A voz do anjo sussurrou nos teus ouvidos
Ave, Maria! Serás mãe da Salvação
Maria, Igreja, vai dizer aos oprimidos
Que a terra nova já se encontra em gestação
3. Das encurvadas, as cabeças se levantam
Dos explorados, homens sem as cansadas mãos
E dos gemidos vão virando um forte canto
O pobre unido é sinal de redenção.

6) Senhor vem salvar teu povo
1. Senhor vem salvar teu povo das trevas da escravidão!
Só tu és nossa esperança, és nossa libertação
Vem, Senhor, vem nos salvar!
Com teu povo vem caminhar (bis)
2. Contigo o deserto é fértil, a terra se abre em flor
Da rocha brota água viva, da treva nasce o esplendor
3. Tu marchas à nossa frente, és força, caminho e luz
Vem logo salvar teu povo, não tardes Senhor Jesus !

7) Luz radiante
Luz radiante, luz de alegria,
Luz da glória, Cristo Jesus
1. És do Pai imortal e feliz
O clarão que em tudo reluz!
2. Quando o sol vai chegando ao ocaso
Avistamos da noite a luz !
3. Nós cantamos o Pai e o Filho
E o Divino que nos conduz!
4. Tu mereces o canto mais puro
Ó Senhor, da vida és a luz!
5. Tua glória, ó Filho de Deus
O universo todo seduz!
6. Cante o céu, cante a terra e os mares
A vitória, a glória da cruz
8) Quando virá, Senhor
1 - Quando virá, Senhor, o dia,
Em que apareça o Salvador
E se efetue a profecia: “Nasceu no mundo o Redentor?”
Orvalhai lá do alto, ó céus,
E as nuvens chovam o Justo!
2 – Aquele dia prometido
A antiga fé de nossos pais
Dia, em que o mal será banido, mudando em risos nossos ais!
3 – Quando felizes o veremos
No firmamento despontar
E a espargir clarões supremos, da terra as trevas dispersar?
4 – Filha de Reis, ó virgem pura
Sai da modesta posição
Em ti, embora criatura, de Deus se fez a encarnação!
9) O Senhor virá libertar o seu povo
O Senhor virá libertar o seu povo
E do mundo velho nascerá o novo
1 – Se quem tem sede procura a fonte
Nós procuramos o teu altar
Vem, ó Deus vivo, salvar teu povo
Vem, sem demora, nos libertar
2 – Teu povo, outrora, sofreu no Egito
Todas as dores da servidão
Teu novo povo, também sofrido
De Ti espera libertação
3 – Marchaste, outrora, com teus amigos
E os conduziste com segurança
Vem, novamente, marchar conosco
Senhor da história, nossa esperança
4 – Vem, sem demora, guiar teu povo
Pelos caminhos de cada dia
Se estás conosco, a noite é clara
E até do pranto nasce a alegria

10) Muito suspira por ti
1 – Muito suspira por ti teu povo fiel
Tua Israel (bis)
Ó Santo Messias (bis)
2 – Tua lembrança embalsama
Dos que te amam os tristes dias (bis)
Ó Santo Messias (bis)
3 – A nação que te adorava
Tornaram-na escrava, encheram-na de dor (bis)
Ó Santo Messias
4 – Apressa-te em vir liberta-la
Em vir salva-la, Bendito Senhor
Bendito Senhor! (bis)

11) Ó vinde, enfim
1. Ó vinde, enfim, eterno Deus,
Descei, descei dos altos céus
Deixai a vossa habitação,
Que a terra espera salvação
2 – Que o céu roreje o Redentor,
Baixai as nuvens, ó Senhor!
Germine a terra o nosso Deus,
Pra que nos abra os altos céus
3 – Por que tardais, ó bom Jesus,
Em rebrilhar na vossa luz?
Em treva densa o mundo jaz,
Trazei a luz, o amor, a paz!
4 – Ó vinde, enfim, Senhor,
A nós, ressoe no mundo a vossa voz
No mundo brilhe o vosso olhar,
Ó vinde, enfim, sem demorar

12) Cálix Bento
1. Ó Deus, salve o oratório!
Ó Deus, salve o oratório
Onde Deus fez a morada, oiá, meu Deus
Onde Deus fez a morada, oiá.
2. Onde mora o cálix bento
Onde mora o cálix bento
E a hóstia consagrada, oiá, meu Deus
E a hóstia consagrada, oiá
3. De Jessé nasceu a vara
De Jessé nasceu a vara
Da vara nasceu a flor, oiá, meu Deus
Da vara nasceu a flor, oiá

13) Vem, vem, Senhor Jesus
Vem, vem Senhor Jesus, vem
Vem, vem amado Senhor! (bis)
1. Vem nos libertar, vem nos salvar
A injustiça é grande, o inimigo é forte
Vem vencedor da morte
2. Corre bem depressa, vem nos ajudar
O dia passou, a noite escurece
Fica sempre com a gente

14) Como o sol nasce da aurora
Como o sol nasce da aurora, de Maria nascerá
Aquele que a terra seca em jardim converterá

Ó Belém, abre teus braços ao Pastor que a ti virá.
Emanuel, Deus conosco,
Vem ao nosso mundo, vem! (bis)
1. Ouve, ó Pastor do teu povo,
Vem do alto céu onde estás!
Emanuel, Deus conosco,
Vem ao nosso mundo, vem!
2. Vem teu rebanho salvar,
Mostra o amor que lhe tens!
Emanuel, Deus conosco,
Vem ao nosso mundo, vem!
3. Salva e protege esta vinha,
Foi tua mão que a plantou!
Emanuel, Deus conosco,
Vem ao nosso mundo, vem!

15) Anunciação
1. Na bruma leve das paixões que vem de dentro
Tu vens chegando pra brincar no meu quintal
No teu cavalo, peito nu, cabelo ao vento
E o sol quarando a nossa roupa no varal
Tu vens, tu vens, eu já escuto teus sinais (bis)
2. A voz do anjo sussurrou no meu ouvido
Eu não duvido já escuto teus sinais
Que tu virias numa manhã de domingo
Eu te anuncio nos sinos das catedrais

16) Hino à Virgem fiel
1. Pelo anjo visitada te encheste de temor
Mas, desconfiada respondeste: eis a serva do Senhor,
Eis a serva do Senhor
O Espírito desceu, sua força te animou
Em teu seio se fez carne a Palavra do Senhor,
A Palavra do Senhor
Maria cheia de graça, Virgem Mãe do Salvador
Ensina-nos a escutar a Palavra do Senhor
2. Isabel tu visitaste, alegraste o precursor
Feliz tu que acreditaste na Palavra do Senhor
Na Palavra do Senhor
De alegria exultaste e cantaste ao Salvador
Pois em ti fez grandes coisas a Palavra do Senhor
A Palavra do Senhor

17) Salve, Maria!
Salve, Maria! Tu és a estrela virginal de Nazaré
És a mais bela entre as mulheres,
Cheia de graça, esposa de José
1. O anjo Gabriel foi enviado pelas idas de Nazaré
Para dar um recado lá do céu
Àquela moça que casara com José
2. Maria, ao ver o anjo, se espantou
O anjo disse pra nada temer
Pois ela tem, mandada pelo céu,
O próprio Deus, um dia dela irá nascer
3. Maria já me disse esta mensagem
Que o anjo afirma que Deus fará
Que sua prima, Isabel, embora velha
Vai ter um filho que João se chamará
4. Maria fez-se escrava do Senhor
E apresentou-se para a missão
De ser a imaculada Mãe de Deus
Contribuindo para a nossa salvação

Salmos
1) Salmo 25
Por ti anseia meu coração
Deus de Jesus, libertação (bis)
1. A ti, Senhor, elevo a minh’alma
Em ti, meu Deus, sim muito eu confio
Jamais eu fique envergonhado,
Jamais triunfem meus inimigos
Não fica mesmo envergonhada
Quem sua esperança em ti coloca
Envergonhado, há de ficar
Quem, sem motivo, te abandona
2. Mostra, Senhor, a mim teus caminhos
Com tua verdade guia teu servo
Meu Salvador, tu és, oh meu Deus!
O dia todo em ti espero
Lembra, Senhor, da misericórdia
E teu amor que sempre existiu
Dos meus pecados tu te esqueças
Ou, como tu, quem mais já se viu?
3. E a retidão me mantenha firme
Pois em ti ponho minha esperança
Ó Deus, liberta Israel, teu povo
De toda angústia e desesperança
A ti à glória, Deus Salvador
Teu Filho deste-nos por Maria
Glória a Jesus e glória ao Divino
Fonte de paz, de amor e alegria

2) Salmo 80
Eis que de longe vem o Senhor
Para as nações do mundo julgar
E os corações alegres estarão
Como numa noite em festa a cantar
1. Senhor Deus ouvi, escuta, do teu povo és o Pastor
De tua tenda de bondade faz-nos ver o esplendor
Teu poder desperta e vem, vem salvar-nos, ó Senhor
2. Até quando estarás indignado contra gente
Até quando o pão da dor comerá amargamente
Este povo que tornaste dos vizinhos o joguete
3. Sobre o povo que escolheste tua forte mão estende
Tua face sobre nós resplender, faze clemente
Restaurar-nos vem, Senhor, vem salvar a tua gente

3) Salmo 85
Das alturas orvalhem os céus
E as nuvens que chovam justiça
Que a terra se abra ao amor
Que germine o Deus Salvador
1. Foste amigo antigamente desta terra que amaste
Deste povo que escolheste sua sorte melhoraste
Perdoaste seus pecados tua raiva acalmaste
2. Vem, de novo, restaurar-nos sempre irado estarás
Indignado contra nós e a vida não darás
Salvação e alegria outra vez não nos trarás
3. Escutemos suas palavras é de paz que vai falar
Paz ao povo, a seus fiéis está perto a Salvação
E a Glória vai voltar

4) Salmo 147
Refrão
Jerusalém, povo de Deus, Igreja Santa
Levanta e vai sobre as montanhas, ergue o olhar
Lá no Oriente desponta o sol da alegria
Que vem de Deus, aos filhos teus, eis o teu dia


Refrão 3 (Advento - 2° domingo)
Ouço uma voz lá no deserto a gritar;
“Uma estrada preparai para o Senhor
Endireitai os seus caminhos pois ele vem
E logo mais avistareis o Salvador”

Refrão 4 (Advento – 3° domingo)
Dizei, gritai, aos corações desanimados:
“Não tenham medo! Criem coragem, que Deus já vem!
Deus de vocês ele vem vindo para julgar
Divino prêmio consigo traz, vem libertar!”

Parte A
1 - Louvai é bom cantar/ Merece o nosso Deus
Jerusalém renova/ E junta os filhos seus
Dos corações feridos/ Quem cuida é Deus do céu
2 – São quantas as estrelas/ Quem é que vai saber?
Quem sabe o nome delas?/ Só ele tem poder
Levanta os humilhados/ Os maus vai abater
3 – Cantai a nosso Deus/ Ao som de violões
Com nuvens cobre os céus/ E desfaz os torrões
E faz brotar nos campos/ As ervas e os feijões
4 – Fornece o alimento/ Às aves e animais
Na força dos guerreiros/ Meu Deus não se compraz
Que teme e nele espera/ Lhe agrada muito mais
5 – Ao Deus do céu louvemos/ E ao que vem cantemos
E ao Divino então/ A nossa louvação
Os três que são um Deus/ Exalte o povo seu

Parte B
1 - Louva, Jerusalém/ Louva o Senhor teu Deus
Tuas portas reforçou/ E os teus abençoou
Te cumulou de paz/ E o trigo em flor te traz!
2 – Tua Palavra envia/ Corre veloz tua voz
Da névoa desce o véu/ Unindo a terra e o céu
As nuvens se desmancham/ vento sopra e avança
3 – Ao povo revelou/ Palavras de amor
A sua Lei nos deu/ E o Mandamento seu
Com ninguém fez assim/ Amou até o fim
4 – Ao Deus do céu louvemos/ E ao que vem cantemos
E ao Divino, então/ A nossa louvação!
Os três que são um Deus/ Exalte o povo seu

Antífonas “O” e Cântico de Maria
1) Ó mistério – Cântico de Maria 1
Ó, ó, ó, ó, ó, ó, ó (bis)
Ó, ó, ó, ó, ó, mistério

Escondido à séculos no céu
Aos fiéis foste um dia revelado
E dos cegos os olhos recobrados
Já se firmam do coxo os passos seus
Faz o pobre escutar a voz de Deus
Vem, levanta do chão os humilhados
Ó, ó

Vem, ó Filho de Maria, a manhã já se anuncia
Quanta sede, quanta espera, quando chega,
Quando chega aquele dia (bis)

Minha alma exalta ao Senhor,
E o meu coração vibrando se alegra
Em Deus que é meu Salvador
O Deus que minh’alma alegre celebra
Ele voltou seu olhar
Para pequenez de sua servidora
E todas as gerações
Me proclamarão feliz e ditosa
Ele aliou-se a Abrahão
E a seus descendentes sem fim também
Glória ao Pai por seu Filho
Ao Espírito Santo pra sempre. Amém!

2) Ó Senhor, ó Adonai – Cântico de Maria 2
Ó, ó, ó, ó, ó, ó, ó (bis)
Ó Senhor, ó Adonai

De Israel e do teu povo és o guia
Numa fogueira a Moisés te revelaste
O Sinai a teus servos entregaste
Uma lei cheia de sabedoria
Vem trazer a teu povo alforria
Libertar com teu braço os que amaste
Ó, ó

Vem, ó filho de Maria, do teu povo és o guia
Quanta sede, quanta espera, quando chega,
Quando chega aquele dia (bis)

A minh’alma engrandece o Senhor
E exulta meu espírito em Deus, meu Salvador
Porque olhou para a humildade de sua serva
Doravante as gerações hão de chamar-me de bendita
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!

3) Ó de Jessé raiz - Cântico de Maria 3
Ó, ó, ó, ó, ó, ó, ó (bis)
Ó, ó de Jessé raiz

Estandarte bem alto levantado
Um sinal para todas as nações
Frente aqui ficam mudos os barões
Clama o povo e só quer ser escutado
Vem, Senhor, libertar o escravizado
Não demores escuta as rogações
Ó, ó

Vem, ó filho de Maria, vem dos tristes à alegria
Quanta sede, quanta espera, quando chega,
Quando chega aquele dia (bis)

A minh’alma engrandece o Senhor
E exulta meu espírito em Deus, meu Salvador
Porque olhou para a humildade de sua serva
Doravante as gerações hão de chamar-me de bendita
O Poderoso fez em mim maravilhas
E Santo é seu nome
Seu amor para sempre se estende
Sobre aqueles que o temem
Manifesta o poder de seu braço, dispersa os soberbos
Derruba os poderosos de seus tronos
E eleva os humildes
Sacia de bens os famintos, despede os ricos sem nada
Acolhe Israel seu servidor fiel ao seu amor
Como havia prometido a nossos pais
Em favor de Abrahão e de seus filhos para sempre
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo
Como era no princípio e agora e sempre. Amém!

2 comentários:

jane disse...

obrigado alguns cantos me ajudaram... Jane - São Paulo...

Salette disse...

Que bom que pude ajudar de alguma forma.
Obrigada pelo comentário.
Bj